12/11/10

Para quem gosta de comprar em Bazar ou Brechó virtual

Olá meninas!

Sempre gostei muito de comprar Melissa. De tantas que eu costumava comprar meu guarda-roupa ficava lotado e eu acabava tendo que me desfazer de algumas para abrir vaga para outras…
Inicialmente eu vendia por um site de vendas de produtos novos/ usados (por ética não quero citar nomes), só que esse site cobrava (e ainda cobra) tarifas altíssimas. Cada vez que eu vendia uma Melissa era necessário pagar uma comissão, e nem sempre os anúncios finalizados eram vendidos. Assim, acumulava uma dívida enorme com o site.
Desisti de vender pelo site e passei a vender pelo Orkut. Mas o Orkut começou a “não simpatizar” com as vendedoras, excluindo do nada alguns perfis.
Então resolvi criar um Blog, o Bazar Melisseiras.
Mas como eu não tinha tantas Melissas assim para vender eu quis criar um cantinho onde as melisseiras de todo o Brasil pudessem anunciar suas Melissas. Só que existem inúmeras pessoas que agem de má fé e se aproveitam do Blog para dar golpes em garotas honestas. Infelizmente não tenho um meio de evitar efetivamente os falsos anúncios e as falsas vendedoras. Mas vão algumas dicas:
01. Faça uma varredura e procure saber da reputação da vendedora ou se ela já foi citada como “caloteira” em algum lugar.
Como?
No Orkut existem tópicos em algumas comunidades sobre Melissa. Por exemplo:
Denúncias contra caloteiras na comunidade do “Bazar Melisseiras”:
Caloteiras na comunidade “Loucas por Melissa”:
Lista de caloteiras da comunidade “Melissa (The Original®)”:
Comunidade “Lista das Caloteiras”:
Comunidade “Caloteiras do Orkut”
Tópico sobre calote da comunidade “Tenho um brechó”
Detonando com caloteiras de Brechó:
Serasa das Brechozeiras:
Lista de recomendação das vendedoras do bazar:
02. Dê preferência para comprar com pessoas de sua cidade. Ou seja, em um local público, como um shopping, por exemplo, vocês podem marcar o pagamento e entrega da Melissa.
03. Desconfie de preços muitos baixos (ou muito caros).
04. Desconfie de quem tem muitas Melissas raras e caras anunciadas – Já cheguei a receber um e-mail de uma “vendedora” que quis anunciar umas quatro Melissas Disco (cada uma de uma numeração e cor diferente e com fotos tiradas da internet), e claro que eu não postei, mas nem sempre dá para adivinhar.
05. Fique de olho nas fotos. Elas podem ser copiadas de alguém que realmente está vendendo.
06. Fique atenta. Procure saber o telefone fixo da vendedora, se possível faça uma ligação só para confirmar.
Espero que essa postagem tenha ajudado e que as “caloteiras” se toquem de que elas não podem fazer isso para sempre.
Vender pela internet, receber o dinheiro e não mandar o produto é CRIME.

Melisseiras, sintam-se a vontade para comentar sobre o assunto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário